Projeto Tamoios de Plantio abrange 243 hectares de proteção de nascentes e restauração de Mata Atlântica

Desde o início de sua operação, em 2015, a Concessionária Tamoios implantou O Projeto Tamoios de Plantio. Considerado um modelo pelo Governo do Estado de São Paulo, o projeto busca proteger nascentes e unir os fragmentos isolados de florestas nativas da região do Vale do Paraíba. O desenvolvimento e a implementação estão a cargo da ONG Corredor Ecológico.

O processo se inicia na mobilização social de produtores e comunidade do entorno por meio da explicação do projeto e dos critérios técnicos de seleção de terrenos. Essa fase é chamada de Articulação, etapa fundamental e de alto valor agregado, pois permite que a população conheça as propostas e os ganhos. Após a seleção das áreas, inicia-se o plantio com acompanhamento da ONG Corredor Ecológico e fiscalização das autoridades (Agência Reguladora – Artesp e Companhia Ambiental de SP - Cetesb)

Até outubro de 2019, foram plantadas cerca de 400 mil árvores, de um total de 450 mil. Para a estação chuvosa que se inicia, espera-se plantar quase todas as árvores restantes. O acompanhamento e a fiscalização permanecem, até que a floresta plantada seja considera apta.

O projeto Tamoios de Plantio gera inúmeros benefícios, por exemplo recuperação das áreas de preservação permanente (APPs), aumento da biodiversidade, proteção de encostas contra erosão, proteção de nascentes e sequestro de carbono contra o aquecimento global. Para os proprietários rurais, o ganho é imediato com a regularização da área, já que o projeto contempla as diretrizes do Código Florestal e do Cadastro Ambiental Rural – CAR.

Árvores frutíferas e outras espécies, todas nativas da Mata Atlântica, são consideradas no plantio, possibilitando ganho econômico para os proprietários, que poderão realizar um manejo sustentável mantendo a floresta em pé. A valorização do terreno é uma consequência natural, com todas as benfeitorias realizadas.

Em novembro, o Projeto Tamoios de Plantio foi apresentado como Caso de Sucesso no seminário Perspectivas Integradas de Governança da Restauração de Ecossistemas, organizado pela União Europeia e Nações Unidas.

Projeto O Verde e Azul no Vale

O Verde e o Azul no Vale – Caminhos da Mata Atlântica, é um projeto de educação voltado para a formação da consciência ambiental de alunos do 4º e 5º anos da rede pública do Ensino Fundamental do município de Paraibuna e de São José dos Campos. Lançado em 2017, mais de 3 mil alunos já participaram da iniciativa. 

Camerata de Cordas apresenta Concerto de Temporada...
Citrosuco e Rumo recebem ações de conscientização ...

Posts Relacionados