Fernão Dias registra diminuição de acidentes na Região Metropolitana de BH

blog-007

Em linha com o seu compromisso de reduzir acidentes nas rodovias em que administra, a Arteris Fernão Dias obteve um resultado importante no trecho da BR-381/MG das cidades de Betim e Contagem, região de tráfego intenso na grande Belo Horizonte. Desde 2011 constatou-se diminuição de 62% no número de fatalidades entre os km 481 e 490.

Esta queda no número de mortes no trânsito é um reflexo direto de um conjunto de investimentos aplicados pela Arteris na região, voltados para aprimorar a mobilidade e segurança dos usuários da rodovia.

Somente no trecho de nove quilômetros correspondente à região metropolitana de Belo Horizonte, foram construídas vias laterais para tráfego local de longa distância, deixando caminhões e outros veículos em alta velocidade da via principal separados do tráfego de trecho urbano. Além disso, a rodovia recebeu obras de melhorias de acessos já existentes, novas passarelas, alargamento de um viaduto e implantação de terceira faixa e de iluminação de LED em todo o percurso.

Os resultados deste conjunto de mudanças na infraestrutura da Arteris Fernão Dias foi destaque do Atlas da Acidentalidade 2018. Promovido pelo Programa Volvo de Segurança no Trânsito (PVST), com base nos critérios da Polícia Rodoviária Federal, ele é um importante indicador de que os investimentos da Arteris têm contribuído para um trânsito mais seguro na rodovia Fernão Dias. Na edição deste ano, a companhia esteve presente entre os trechos de 10 km com expressiva redução no número de acidentes fatais nos últimos dez anos.

 

Arteris Fernão Dias em números (BR-381/MG entre os km 481 e 490)

 

Vias laterais

Cerca de sete quilômetros nas pistas, incluindo as pistas Norte e Sul

Melhorias de acesso

km 488+460 - Pista Sul

Adequação do acesso ao Bairro do PTB, km 489, pista norte

Passarelas

Quatro implantações neste trecho

Implantação de terceira faixa

Dezoito quilômetros, nas pistas Norte e Sul

Alargamento de viaduto

 
Cátedra Abertis-USP premia melhores pesquisas bras...
Entrevista com César Borges - Uma nova agenda para...