ÍNDICE ABCR

Referência Econômica

Em 2012, o índice ABCR foi incorporado ao cálculo do Produto Interno Bruto (PIB), pelo IBGE.

Em São Paulo, índice ABCR cai 0,6% em novembro
   

Em São Paulo, o fluxo pedagiado total de veículos teve diminuição de 0,6% frente a outubro, em termos dessazonalizados. A desagregação entre leves e pesados apresentou queda de 0,3% e 0,8%, respectivamente.

 

Em relação ao mesmo período de 2018, o índice total cresceu 4,0%. O fluxo pedagiado de veículos leves aumentou 4,3%, enquanto o fluxo de pesados subiu 3,2%.

 

Dessa forma, até outubro de 2019, houve alta de 4,9% do índice total, resultado decorrente da alta de 4,9% dos leves e de 4,8% dos pesados.

 

Nos últimos doze meses o índice total acumula alta de 4,6%, fruto do crescimento de 4,6% dos veículos leves e de 4,4% dos veículos pesados.

Período

Leves

Pesados

Total

Índice ABCR

 

Período

Leves

Pesados

Total

Leves

Pesados

Total

08/2019 / 08/2018
3,6%
0,0%
2,6%
11/2019 / 11/2018
4,3%
3,2%
4,0%
11/2019 / 10/2019 C/AJUSTE SAZONAL
-0,3%
-0,8%
-0,6%
Últimos 12 Meses
4,6%
4,4%
4,6%
08/2019 / 07/2019 c/ ajuste sazonal
1,2%
-0,7%
0,2%
Últimos 12 meses
2,3%
3,3%
2,5%
Acumulado do Ano
4,9%
4,8%
4,9%
Acumulado no ano
3.6%
4,3%
3,7%
Novembro/19 sobre Novembro/18 
4,3%
3,2%
4,0%
Novembo/19 sobre Outubro/19
-0,3%
-0,8%
-0,6%
Últimos doze meses
4,6%
4,4%
4,6%
Acumulado no ano (Jan-Nov/19 sobre Jan-Nov/18)
4,9%
4,8%
4,9%

Gráficos

No Paraná, índice ABCR cresce 5,0% em novembro

 

No Paraná, o fluxo total de veículos pedagiados subiu 0,5% frente a outubro, em termos dessazonalizados, ditado pela evolução de 1,9% do índice de leves em conjunto com a queda de 2,3% do índice de pesados no período.

 

Ao se comparar com o mesmo período de 2018, o índice total apresentou aumento de 4,8%. O fluxo pedagiado de veículos leves cresceu 5,2%, enquanto o fluxo de pesados aumentou 4,1%.

 

Assim, no acumulado do ano, o índice total teve alta de 3,7%, resultado determinado pelas elevações de 3,6% de leves e de 3,9% de pesados neste período.

 

Nos últimos doze meses o índice total acumula alta de 3,7%, fruto da alta de 3,6% dos veículos leves e de 3,8% dos veículos pesados.

 

Período

Leves

Pesados

Total

Indice ABCR
Índice ABCR

 

Período

Leves

Pesados

Total

Leves

Pesados

Total

08/2019 / 08/2018
3,6%
0,0%
2,6%
11/2019 / 11/2018
5,2%
4,1%
4,8%
11/2019 / 10/2019 C/AJUSTE SAZONAL
1,9%
-2,3%
0,5%
Últimos 12 Meses
3,6%
3,8%
3,7%
08/2019 / 07/2019 c/ ajuste sazonal
1,2%
-0,7%
0,2%
Últimos 12 meses
2,3%
3,3%
2,5%
Acumulado do Ano
3,6%
3,9%
3,7%
Acumulado no ano
3.6%
4,3%
3,7%
Novembro/19 sobre Novembro/18
5,2%
4,1%
4,8%
Novembro/19 sobre Outubro/19 c/ ajuste sazonal
1,9%
-2,3%
0,5%
Últimos doze meses
3,6%
3,8%
3,7%
Acumulado no ano (Jan-Nov/19 sobre Jan-Nov/18)
3,6%
3,9%
3,7%

Gráficos

Índice ABCR cai 0,6% em novembro

 

Acumulado do ano é 3,9% positivo 

 

São Paulo, 10 de dezembro de 2019 - O índice ABCR de atividade referente a novembro de 2019 apresentou queda de 0,6% no comparativo com outubro, considerando os dados dessazonalizados. O índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas é construído pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias - ABCR juntamente com a Tendências Consultoria Integrada.


Mantida a comparação mensal dessazonalizada, o índice de fluxo pedagiado de veículos leves apresentou queda de 0,1%, já o de pesados caiu 0,6%. “O índice ABCR e suas aberturas por tipos de veículos apresentaram leves perdas em novembro” comenta Thiago Xavier, analista da Tendências Consultoria. “O resultado, contudo, deve ser observado com cautela, pois não representa uma piora do cenário de fluxo de veículos, mas sugere certa acomodação dos ganhos, após uma sequência predominantemente positiva nos últimos seis meses, incluindo o significativo crescimento de outubro”, explica ele. 


Também há uma outra influência sobre a queda. “Adicionalmente, do ponto de vista dos custos, vale ressaltar o comportamento dos combustíveis. Após um período relativamente favorável, a Petrobrás anunciou elevação nos preços da gasolina e diesel. Os novos valores começaram a valer a partir da metade de novembro e devem gerar efeitos também em dezembro”, diz Xavier.


Comparado ao mesmo período de 2018, o índice total cresceu 3,2%. O fluxo pedagiado de veículos leves registrou alta de 3,3%, enquanto o fluxo de pesados cresceu 2,6%. Dessa forma, no acumulado do ano, houve expansão de 3,9% do índice total, dinâmica que reflete o crescimento totalizado tanto por leves como pesados, os quais acumulam ganhos de 3,7% e 4,3%, respectivamente. “Vale notar que as métricas de comparação mais longas - comparação anual e no acumulado 12 meses -, o quadro é de continuidade da trajetória de crescimento mais robusto do que o apresentado no início do ano, em linha com os sinais maior crescimento da economia”, examina o analista.
 

Período

Leves

Pesados

Total

Novembro/19 sobre Novembro/18 
3,3%
2,6%
3,2%
Novembro/19 sobre Outubro19
-0,1%
-0,6%
-0,6%
Últimos doze meses
3,5%
4,0%
3,6%
Acumulado no ano (Jan-Nov/19 sobre Jan-Nov/18)
3,7%
4,3%
3,9%
Agosto/19 sobre Agosto/18
Veiculos Leves
3,6%
Veiculos Pesados
0,0%
Total
2,6%
Agosto/19 sobre Julho/19 c/ ajuste sazonal
Veiculos Pesados
Veiculos Leves
1,2%
Veiculos Pesados
-0,7%
Total
0,2%
Últimos doze meses
Veículos Leves
2,3%
Veiculos Pesados
3,3%
Total
2,5%
Acumulado no ano (Jan-Ago/19 sobre Jan-Ago/18
Veiculos Leves
3,6%
Veiculos Pesados
4,3%
Total
3,7%
Indice ABCR
Índice ABCR

Índice ABCR cai 0,6% em novembro

Período

Leves

Pesados

Total

Leves

Pesados

Total

08/2019 / 08/2018
3,6%
0,0%
2,6%
11/2019 / 11/2018
3,3%
2,6%
3,2%
11/2019 / 10/2019 C/AJUSTE SAZONAL
-0,1%
-0,6%
-0,6%
Últimos 12 Meses
3,5%
4,0%
3,6%
08/2019 / 07/2019 c/ ajuste sazonal
1,2%
-0,7%
0,2%
Últimos 12 meses
2,3%
3,3%
2,5%
Acumulado do Ano
3,7%
4,3%
3,9%
Acumulado no ano
3.6%
4,3%
3,7%

Gráficos

No Rio de Janeiro, índice ABCR cai 0,8% em novembro

 

No Rio de Janeiro, o fluxo total caiu 0,8% comparado a outubro, em termos dessazonalizados. O resultado decorreu da queda de 0,5% no fluxo de veículos leves e do aumento de 0,2% dos pesados.

 

Na comparação com novembro de 2018, o índice total registou desaceleração de 0,8%. O fluxo de leves caiu 1,3% e o fluxo de pesados avançou 1,4%, mantida a métrica de comparação.

 

Dessa forma, o índice total tem alta de 1,5% no ano até aqui, resultado determinado pela elevação conjunta de leves e pesados, os quais acumulam aumento de 1,3% e 2,9%, respectivamente.

 

Nos últimos doze meses o índice total acumula alta de 1,5%, composta pela evolução de 1,3% dos veículos leves e de 2,6% dos veículos pesados.

 

Período

Leves

Pesados

Total

Indice ABCR
Índice ABCR

 

Período

Leves

Pesados

Total

Leves

Pesados

Total

08/2019 / 08/2018
3,6%
0,0%
2,6%
11/2019 / 11/2018
-1,3%
1,4%
-0,8%
11/2019 / 10/2019 C/AJUSTE SAZONAL
-0,5%
0,2%
-0,8%
Últimos 12 Meses
1,3%
2,6%
1,5%
08/2019 / 07/2019 c/ ajuste sazonal
1,2%
-0,7%
0,2%
Últimos 12 meses
2,3%
3,3%
2,5%
Acumulado do Ano
1,3%
2,9%
1,9%
Acumulado no ano
3.6%
4,3%
3,7%
Novembro/19 sobre Novembro/18
-1,3%
1,4%
-0,8%
Novembro/19 sobre Outubro/19 c/ ajuste sazonal
-0,5%
0,2%
-0,8%
Últimos doze meses
1,3%
2,6%
1,5%
Acumulado no ano (Jan-Nov/19 sobre Jan-Nov/18)
1,3%
2,9%
1,5%

Gráficos