Índice ABCR
aguarde... carregando dados para apresentação
Índice ABCR seta

ÍNDICE ABCR RETRAI 0,7% EM OUTUBRO

O índice de atividade referente a outubro recuou 0,7% na comparação com o mês anterior. Fluxo pedagiado de veículos leves e pesados apresentou retração, respectivamente de 1,0% e 1,2%, em relação a setembro.
 

São Paulo, 10 de Novembro de 2017 – O índice ABCR de atividade referente a outubro apresentou queda de 0,7% na comparação com o mês imediatamente anterior, considerando os dados dessazonalizados. O índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas é produzido pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias – ABCR, em conjunto com a Tendências Consultoria Integrada.


O fluxo pedagiado de veículos leves recuou 1,0%, enquanto o de pesados também apresentou queda: 1,2% em relação a setembro, na comparação mensal dessazonalizada. “Os resultados negativos de outubro não representam uma tendência de enfraquecimento dos indicadores, mas apenas certa devolução após o crescimento mais expressivo registrado em setembro, quando tanto o índice total (2,2%) como veículos leves (3,3%) e pesados (0,7%) registraram expansão”, explica Alessandra Ribeiro, diretora da Tendências Consultoria. “Na comparação com o mesmo período de 2016, todos os indicadores continuam em elevação. Em relação ao fluxo de pesados, nota-se significativa alta de 7,9% em outubro, o quarto aumento consecutivo”, afirma Alessandra.


Sobre o fluxo de veículos leves, Alessandra Ribeiro observa que “apesar do resultado negativo na série dessazonalizada, o indicador também sustenta tendência de moderada melhora no ano, perceptível, principalmente, quando comparado a 2016. De janeiro a outubro, o fluxo de leves acumula alta de 2,1%". Ela ainda diz que "em relação às próximas pesquisas, o indicador deve acumular ganhos adicionais, em linha com a perspectiva de continuidade da gradual reação do consumo das famílias".


Na análise sobre o fluxo de veículos pesados, a economista ressalta que "os últimos resultados convergem com a tendência de gradual reação da atividade industrial, que acumula expansão de 1,6% de janeiro a setembro, segundo a Produção Industrial Mensal (PIM-IBGE). A moderada retomada da atividade industrial e do fluxo de pesados deve se sustentar nos próximos meses, diante do quadro de melhora dos principais indicadores do setor industrial, com destaque para o emprego da indústria, o nível ajustado dos estoques e o ciclo de expansão da confiança do empresário industrial em um quadro de reação da demanda doméstica".

Período Leves Pesados Total
Outubro/17 sobre Outubro/16 3,3% 7,9% 4,4%
Outubro/17 sobre Setembro/17 c/ ajuste sazonal  -1,0% -1,2% -0,7%
Últimos doze meses 1,6% -0,1% 1,1%
Acumulado no ano (Jan-Out/17 sobre Jan-Out/16) 2,1% 0,8%  1,7% 
?

Fonte: ABCR e Consultoria Tendências

 TOTALLEVES

PESADOS

 

 

  

 


Faça o download da planilha completa da consultoria Tendências, que contém a série histórica dos dados.
Sobre o Índice ABCR

Informações sobre o método de calculo do Índice ABCR.


Mais Informações

Weber Shandwick Brasil
imprensaabcr@webershandwick.com
Telefone: (11) 3027-0200
www.webershandwick.com.br
Av. Eng. Luiz Carlos Berrini, 1297 - 3º andar - 04571-010 - São Paulo, Brasil


Assessores:

Mauro Barreto
Telefone: (11) 3027-0274
mbarreto@webershandwick.com

Henrique Gonçalves
Telefone: (11) 3531-4972
hgoncalves@webershandwick.com